Baixando Músicas - Hip Hop / Rap - Lenda ft. Filipe Ret
Download Borges – Lenda ft. Filipe Ret

Borges - Lenda ft. Filipe Ret

Artista: Borges

Música: Lenda ft. Filipe Ret

Downloads: 62 ( )

Ouvir música Lenda ft. Filipe Ret

Relacionados a seu interesse:

Lenda ft. Filipe Ret Letra

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim

Viciado em fazer dinheiro
Eu sempre sonhei em ser rico
Se contente com o disprezo
Cada um tem seu destino
Deus mudou a minha vida, quantos tentou me parar
Se quiser tentar de novo
Eu nunca posso recuar

Eu ando com uma Glock só pra me amostrar
Eu me sinto iluminado enquanto dirijo a Velar
Se eu morrer eu viro lenda, se eu viver vou prosperar
Futuro na mão do eterno, só ele pode me julgar

Eu passo na Armari, se quiser deixo 100k
Tanta grife no ármario, já não sei mais com que gastar
Muita saudade dos amigos que estão em um bom lugar
Em memória dos irmão pode tacar, trinta pro ar

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim

Retchê

Nós espirra lança, pra elas empinar a bunda
O barco balança, pra ver quem fica ou pula
Piranha chupa o cano tá PT de cão
Sou uma contradição
O impuro que faz a pura

Pelo progresso, melhor amigo dos advogado
50 processos, nenhuma condenado
Pro Grammy indicado, marcando geração
Coração congelado, com a Glock de pentão

Comédia, inveja
Eu trampo
Cuzão, tá falido
Eu conto
Isso não é um rap
É um ponto
Guerreiro eu amo o confronto

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim

Um bloco de nota na minha mão
Piranha joga
Eu me pergunto por que eu sou assim?
Compro tanta roupa cara
Gasto essas nota
Essa vida cara não pode ter fim