Baixando Músicas - Funk - Banco do Carona feat. MC Marks e Joaozinho VT
Download Banco do Carona – Don Juan

Don Juan - Banco do Carona feat. MC Marks e Joaozinho VT

Artista: Don Juan

Música: Banco do Carona feat. MC Marks e Joaozinho VT

Downloads: 18 ( )

Ouvir música Banco do Carona feat. MC Marks e Joaozinho VT

Relacionados a seu interesse:

Banco do Carona feat. MC Marks e Joaozinho VT Letra

ahm
(Dj Boy) DJ Boy
(Passa a visão) ahm
É que de você eu só escuto “também te amo”
Quer dizer que sempre esse bonde eu que ‘to puxando
Você só responde, acha que ‘tá me enganando
Também te amo, também te amo
Uma já me fez sofrer, dez, eu tive que enganar
Não existe amor, em SP é revoada
Só existia em momento bom, acelerava o coração
Mas vi que não vai dar, mas vi que não vai dar
Que ela é marrenta demais, eu não ‘to aguentando
E quem tira minha paz, eu vou eliminando
Que é bye bye, eu ‘to em outros plano’
Eu ‘to em outros plano’, eu ‘to em outros plano’
Agora é só eu e o foguetão
Várias quer’ montar, mas vai embora de busão
Quando olho pro passado, ‘cê não dava uma atenção
Então senta e chora, hãn, isso que é foda
Agora é só eu e o foguetão
Várias quer’ montar, mas vai embora de busão
Quando olho pro passado, ‘cê não dava uma atenção
Então senta e chora, uhm, então senta e chora
Salve, gata, vou te levar no show comigo hoje
Pra você ver como funciona a vida do jovem menino, sem pirraça
Dose de gin pra ela na taça
Nóis fodendo no banheiro até o dia clarear
E minha vida ‘cê sabe, fiquei rico novo
Eu passei vontade, me tiraram de louco
Mas eu ‘to só de passagem, conheci uns corpo novo
Agora quer me brecar e vai ficar na caixa se tentar telefonar
Loira chique e tatuada no toque do compasso
Como não me ganhar, ice nóis carbura e fode como ninguém
A Ciroc de manga, rosh do lado na cama
Nóis fuma e nóis transa, oh, fé
Na-na-na-na-nã
Ê, ã, nã-nã-nã-nã-nã
Ô, nã-nã-nã-nã-nã (nã-nã-nã)
Mas só que, amor, eu te encontrei
Quando eu já não ‘tava na de procurar ninguém
Descendo a ladeira com finin’ de ponta atrás da orelha
Naqueles diazão que é ruim de me encontrar
Mas se ela perguntar, eu cheio de pressa de viver
Ela travou meu relógio
Rasgou minha camiseta e um bonézão que é maneirin’
Eu ‘tava de cantin’, ela no puro ódio
Eu só mirando o pódio, às vezes eu nem penso ni’mim
Mas ela de frente pro espelho colocando a roupa, que rabo gigante, isso aí é pecado
Queria morar dentro dela e só sair pra fora fumar um cigarro
Lembra de nóis no Golzinho
Vinho baratinho, te comia no carro
Vou construir um castelo pr’ocê e pra mim, no pique João de Barro
Quem dera fosse tudo como a gente queria
Mas num dia a saudade vai e no outro ela vem
Por mim a semana podia ter só dois dia
Um dia pra eu te ver e o outro também
Quem dera fosse tudo como a gente queria
Mas num dia a saudade vai e no outro ela vem
Por mim a semana podia ter só dois dia
Um dia pra eu te ver e o outro também
Na-na-na-na-nã (nã-nã-nã) (DJ Boy)
Que ela é diferente, é difícil de se ver
Parece até modelo, atriz mirim de TV
Me chamou no Insta querendo sair comigo
Curtiu todas as foto, comentou que eu ‘to bonito
Mora no Anália, é boyzona, sua mãe é empresária
Na garagem só navona, destilado ‘tá na taça
Sente o clima, prioriza, na pista nóis arruaça
De nave nas avenida’, mil motivos pra sorrir
Mas foi vários pra chorar
Lutei e tive o melhor de mim
Hoje nóis pode embaçar nos quatro canto’ da cidade
Hoje eu só vivo a cantar
‘Tá com cara de maldade, doidinha pra vir sentar
Mil motivos pra sorrir, mas foi vários pra chorar
Tive o melhor de mim
Hoje nóis pode embaçar nos quatro’ canto da cidade
Hoje eu só vivo a cantar
‘Tá com cara de maldade, doidinha pra vir sentar, ai, ai
Doidinha pra vir sentar, ah-ah-ah
Muita calma, coração
Não precisa ir embora, eu sei que é foda essa falta de atenção
É que minha vida ‘tá corrida, eu ‘to sem opção
Foi a escolha que eu fiz
Viver do meu sonho e às vezes, ter que ser infeliz
Mas nóis segue a vida como pode e nem sempre nóis ‘tá forte
Mas minha meta é ser melhor que eu mesmo, não que ninguém
E ela em tom de deboche, comigo nem se comove
Mas quando a vontade bate a danada liga pra quem?
E pela Zona Sul, eu passei de X1
Se arrependeu, viu que eu não era um cara comum (oh, uhm-uhm)
Diz que sente falta de ser minha zero um (oh-oh)
O que que tem?
‘Cê sabe que o passado não justifica ninguém
Tem muita coisa ruim que chega pra trazer o bem
Você é diferente de todas que eu conheci
Gostosa, vem me fazer feliz
Nossos corações entrou’ em alta
Às vezes é loucura da minha mente
Se eu não respondo, você chega toda brava
Perguntando onde eu ‘tava todo esse tempo
Calma, gata, que eu ‘tava na minha luta
Pra ver se eu faço um sonzinho meu virar
Peço que entenda a demora, perdão, desculpa
Vida de artista é difícil lidar
A discussão dessa noite passada
Eu sei que deixou você mó magoada
Não era a meta, errei nas palavra, te peço perdão
Não quero isso, então não afasta
Mas a distância é o que me maltrata
Dias e noites pensando na gata, que perturbação
Calma, gata, que eu ‘tava na mó luta
Pra ver se eu faço um sonzinho meu virar
Peço que entenda a demora, perdão, desculpa
Vida de artista ‘tá difícil de lidar, é
Calma, gata, que eu ‘tava na mó luta
Pra ver se eu faço um sonzinho virar
Peço que entenda a demora, perdão, desculpa
Vida de artista ‘tá difícil lidar, DJ Boy (ah-ah, ó, pai)
É que eu vi que com ela nunca falta assunto
E a vontade de ‘tá junto, supera qualquer parada
Brigas, intrigas, risadas, ‘to tirando dias em casa
Deu tempo de pião, me tornei mais sensato
Trouxe a aliança, comprei na Vivara, joguei no seu dedo
Fiz dois gols de placa, lancei nossa casa, juntei nossas tralha
Reservei uma data pra nossa viagem, ‘cê sabe né, mano
Dar um tempo da vida agitada
E o banco do carona já tem dona
Espaço reservado no seu nome
Com os vidro rebaixado e o som tocando
Desfilo com a minha dona e as criança’
E o banco do carona já tem dona
Espaço reservado no seu nome
Com os vidro’ rebaixado’ e o som tocando
Desfilo com a minha dona e as criança’
Oh-ohm-ohm (DJ Boy)
Ah-ahm-ahm (DJ Boy)
Ô, Boy, ê-ê (passa a visão)